Café da manhã marca retomada do Projeto Viver Melhor

Representantes de diversos núcleos do Projeto Viver melhor se reuniram para discutir o impacto e a continuidade do projeto.

Quinta edição do projeto apresentado por Dayane Alves e Cristiane Peixoto terá início em 29 de julho. – Foto: Dayane Alves

 

Na manhã do último dia 19, o Instituto Família Barrichello realizou um café da manhã de apresentação da quinta edição do Projeto Viver Melhor, focado no público idoso com mais de 60 anos, que busca oportunizar mais qualidade de vida e a prática de atividade física para seus participantes. Como nossos representantes estiveram presentes Dayane Alves – gerente do projeto – e Cristiane Peixoto – coordenadora técnica.

Dayane Alves apresentou as novidades do projeto, entre elas a parceria com o Itaú, que nos procurou no final do ano passado para se tornar patrocinador do projeto. Como atuamos com públicos de diferentes faixas etárias, decidimos topar o desafio. Serão duas aulas semanas, de 1h15 cada, com diferentes etapas e exercícios, levando em consideração a limitação de cada aluno.

Após a palestra, Cristiane Peixoto falou sobre o desafio que a iniciativa trará: “A nova edição do Viver Melhor vai conseguir aportar e beneficiar um número ainda maior de pessoas em um único projeto, num único ano. Isso é um desafio para o Instituto, mas estamos preparados em termos de sistematização, estrutura e projetos para esse desafio”.

A quinta edição do Projeto Viver Melhor atenderá, até julho de 2020, 1.400 idosos em 14 núcleos distribuídos em diferentes localidades de vulnerabilidade social de São Paulo, utilizando uma metodologia bem aplicada e levando qualidade de vida e envelhecimento ativo para pessoas sem condições e instruções adequadas.

O Projeto Viver Melhor visa permitir que os alunos tenham um envelhecimento ativo, com mais mobilidade, flexibilidade e, principalmente, independência para realizar suas atividades.

  • Público-Alvo: Idosos (+60 anos)
  • Número de núcleos: 14
  • Pessoas atendidas por núcleo: 100
  • Impacto do projeto: 1.400 pessoas

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Fechar Menu